Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

sábado, 20 de agosto de 2011

Homossexualidade na História


Homossexualidade na História
Por: Bruno Ferreira



Ao longo da história valores da homossexualidade foi admirado e condenado, cada cultura tem uma percepção sobre o homossexualismo, essa influência esta muito arraigado a religião e cultura desse e a influencia das religiões monoteísta  considera o homossexual como algo distante da doutrina proposta por essas religiões
As religiões de origem mais orientais aceita com maior acolhimento, o homossexual no ao seu meio, mas ocorrem discriminações velada.
Durante a História o homossexualismo esteve presente na Grécia era muito comum o mestre aquele que detinha a sabedoria andar com belos rapazes, esse ato era até um status social, as famílias dos rapazes colocava seus filhos com esses mestres e pensadores para obter o conhecimento, havendo na Grécia duas escolas para a formação a de pensadores e a militar.
Em Roma também era algo do cotidiano, o ato homossexual, a partir da queda do Roma do crescimento do cristianismo pelo mundo antigo e também da formação da igreja católica o ato homossexual foi sendo deturpador e pecaminoso a igreja católica passa tomar conta da política, fé e moral da Idade Media, se algo acontecesse certamente a punição para a pratica homossexual seria forte
 Com o avanço de reinos na Europa e do surgimento de uma classe nobre, surge um homossexualismo nos reinos,  para algunes historiadores vários reis eram homossexuais como exemplo o rei Luiz XVI, entre outros do período e posterior, mas como era o rei absoluto certamente não haveria uma punição.
A partir do século XX surge um aumento de homossexuais na busca de seus direitos civis e no seu reconhecimento, esse movimento aparece nos países desenvolvidos com grande força nos estados unidos, e começa a espalhar para o mundo, várias pessoas começa a participar, o homossexual que já foi tratado de subversivo, louco e doente agora vai a luta para conseguir direitos.
Nas ultimas décadas a mídia, novelas e filmes vêm tratando o caso homossexual com mais profundidade e a partir daí surge estudiosos no assunto busca explicações para os comportamentos sexuais não apenas homossexual, mas também hetero nos últimos anos o tratamento a essa minoria e a busca de direitos civis vem se concretizando em alguns países.

6 comentários:

  1. Não se fala homossexualismo pois não é uma doença. O correto é HOMOSSEXUALIDADE!

    ResponderExcluir
  2. Nem sempre "ismo" é para retratar uma doênça.

    ResponderExcluir
  3. vemos ismo por exemplo naquilo que acreditamos como "Cristianismo" e esse não é doença.

    ResponderExcluir
  4. Mas no caso do "HOMOSSEXUALISMO" está errado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homossexualidade, também chamada de homossexualismo[nota 1] (do grego antigo ὁμός (homos), igual + latim sexus = sexo), refere-se à característica ou qualidade de um ser (humano ou não) que sente atração física, estética e/ou emocional por outro ser do mesmo sexo ou gênero. Enquanto orientação sexual, a homossexualidade se refere a "um padrão duradouro de experiências sexuais, afetivas e românticas" principalmente ou exclusivamente entre pessoas do mesmo sexo; "também se refere a um indivíduo com senso de identidade pessoal e social com base nessas atrações, manifestando comportamentos e aderindo a uma comunidade de pessoas que compartilham da mesma orientação sexual."[1] [2] A homossexualidade é uma das quatro principais categorias de orientação sexual, juntamente com a bissexualidade, a heterossexualidade e a assexualidade, além de também ser registrada em cerca de cinco mil espécies animais (sendo bem estudada e devidamente comprovada em cerca de 500 delas), incluindo minorias significativas em seres tão diversos quanto mamíferos, aves e platelmintos.

      Excluir
    2. O homosexualismo não se refere apenas a doênça isso é um engano...

      Excluir