Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Crises Econômicas: Suas Transformações


Crises Econômicas:
  Suas Transformações
Por: Bruno Ferreira



Na História do mundo crises fizeram grandes transformações em vários setores da atividade humana.
Nas economias da antiguidade o modo de produção era baseado na forma de trocas de mercadorias e no escravismo, a moeda era pouco utilizada, com o avanço das tecnologias e o fim do império romano surge o feudalismo um sistema social econômico que iria predominar durante séculos o modo de vida e de produção.
Com o fim do grande império romano do ocidente surgem vários reinos e senhores de terras, surge um sistema social novo, e nesse sistema a igreja católica aparece como um cartório no ocidente.
A economia agropastoril cresce formidavelmente, mas sua produção era pouca para que pudesse haver uma troca, apenas servia para a subsistência dos senhores e servos e não havia um grande excedente para as trocas comerciais.
Com o advento das cruzadas surgem rotas comerciais e trocas de mercadorias com o oriente isso dura por algum tempo ate que o sistema feudal começa a perder sua força, surgem os burgos e as feiras livres e vilas e cidades independentes, a figura dos condes e marqueses perdem sua força com o avanço da burguesia crescendo e tornando-se a provedora da nova economia que nasce em Veneza.
No século XIV começa surge uma nova rota pelo mar do oceano atlântico feita pelos portugueses que chegavam à índia surge à era do descobrimento, pois Portugal e Espanha descobrem um novo continente o que hoje é conhecido como Americano.
O modo de produção passa a ser considerado na era do descobrimento como o mercantilismo pouco a pouco a antiga elite começa a perder seu espaço, até que em 1789 ela perde sua força ocorre a Revolução Francesa, um pouco antes tinha ocorrido à revolução industrial mudando rapidamente o modo de produção, as guerras e revoltas sociais na mudança de feudalismo para o capitalismo juntamente com os ideais iluministas fizeram as mudanças de feudalismo para o surgimento do capitalismo no século XVII e XVIII a partir daí o mundo cresceu formidavelmente em todos os sentidos tanto economicamente, como também sua população aumentou em termos demográficos como também materialmente e intelectualmente.
Vemos que o sistema idealizado por Adam Smith na Inglaterra não era perfeito ate o surgimento das primeiras crises sociais mundiais.
Pois pessoas buscam melhores condições trabalho as crises sociais fizeram surgir uma critica ao sistema capitalista que nascia. A pessoa que mais contribuiu academicamente foi o Historiador Karl Marx onde fez uma minuciosa analise critica.
Os trabalhadores aos poucos ganharam seu espaço, mas o sistema inventado beneficia a poucos e excluiu muitos, com o avanço das tecnologias no século XX o trabalhador passa a ser considerado como uma peça em uma fabrica, pois a velocidade da produção aumenta.
No começo do século a grande nação capitalista provoca uma crise no mundo que abala o sistema capitalista, a chamada quebra da Bolsa de valores de Nova York isso faz com que o mundo
No século XX alem do sistema capitalista estar presente no mundo a alguns séculos, no começo do século XX surge uma nova forma econômica o socialismo na Rússia esse novo sistema chega em 1917 um pouco antes da grande guerra chegar ao seu fim.
Durante o século XX ate à década de 80 a disputa entre o capitalismo x socialismo domina o cenário político mundial, mas o capitalismo vence o socialismo por pressões internas e externas a U.R.S.S chega ao seu fim.
O mundo se globaliza de tal forma que os laços econômicos ficam sendo uma rede entre um continente e outro, o sistema capitalismo financeiro domina o mundo, e a tecnologia avança rapidamente, no final do século ocorre à crise dos países emergentes que abala economia deles.
No novo século que nasce o mundo parecia normal, mas em 2001 ocorrem os atentados terroristas que abalaram a maior economia do mundo, em poucos meses os estados unidos estavam invadido o Afeganistão e o Iraque.
De inicio a guerra foi bem recebida pelos E.U.A mas conforme o tempo foi passando os estadunidenses foram vendo que invadir esses países foram uma grande perca de tempo. Em 2008 ocorre a crise financeira que abala o mundo desenvolvido, apenas os países emergentes ficam livre do colapso financeiro da Bolha imobiliária e das crises que destroem a economia européia, apenas os BRICs – Brasil, Rússia, Índia e China escapam da crise que afeta o mundo desenvolvido acabando com empregos, esse quadro vem ate o presente momento, a solução para a crise esta ainda difícil de ser achada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário