Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

Carregando...

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Movimentos Sociais


Movimentos Sociais:
Suas Transformações e suas varias lutas
Por: Bruno Ferreira







Os movimentos sociais tratam das ações conjuntas que reivindicam algo perante o modelo político econômico imposto pela sociedade dominante vigente, a partir daí os movimentos sociais estão contra as ações da ordem vigente, vemos ao longo da história vários movimentos sociais que buscam mudanças para a situação política social.
 Nos dias atuais o mundo vem vendo uma onda crescente de movimentos sociais nos mais diversos países os integrantes desses movimentos em sua maioria são jovens que buscam melhores perspectivas de vida entre essas reivindicações uma melhor assistência do estado como saúde, educação, trabalho entre outros buscando também que a política seja de fato democrática, e mais ética e menos corrupta.
Historicamente a idéia de luta por direitos começa com uma nova concepção de conceitos como o homem no centro das transformações, e não mais o divino como centro, essa concepção vem com os iluministas que pregam a razão, que  começa num período compreendido entre os anos de 1650 e 1700.
Essas idéias influenciam a Revolução Francesa de 1789 a burguesia percebe que essas idéias seriam favoráveis a tomada do poder na França e a partir daí usam um slogan que ficaria para a história, Liberdade, Igualdade e Fraternidade com essas idéias a burguesia derruba a bastilha e toma o poder na França.
O século XVIII ficaria conhecido como o século das revoluções não  apenas pela revolução dos movimentos da França mas pela onde de revoltas que se espalham pelo mundo para o historiador Eric Hobsbawm a época que vai  de 1789 – 1848 e uma época de revoluções não apenas no campo social mas também econômico de uma dupla revolução que mudaria os séculos futuros.

A grande revolução de 1789 -1848 foi o triunfo não da “industria” como tal, mas da classe média ou da sociedade “burguesa” liberal; não da “economia moderna” ou do “estado moderno”, mas das economias e Estados em uma determinada região geográfica do mundo (parte da Europa e alguns trechos da América do Norte), cujo centro  eram os Estados rivais e vizinhos da Grâ-Bretanha e França. A transformação de 1789 – 1848 é essencialmente o levante gêmeo que se deu naqueles dois países e que dali se propagou por todo o mundo.
(Era das Revoluções HOBSBAWM, pag. 20)


Hobsbawm fala de uma dupla revolução que transforma o mundo priemiro a inglesa que é de ordem econômica, conhecida como revolução industrial ela transforma o modo de produção que deixa de ser meramente artesanal, passando a ser industrial os avanços tecnológicos são grandes e a exclusão dessas tecnologias.
 As massas trabalhadoras vendem sua mão de obra para a burguesia que detém os meios de produção nesse momento para Marx aparecem duas classes distintas a burguesia detentora dos meios de produção  o proletariado que vende sua mão de obra para essa burguesia.
Surgem duas classes que permeia a discussão de Marx que torna-se o grande analisador e critico do capitalismo, ele vivencia as transformações que o mundo passa, ele cria uma grande obra que contribui para os movimentos sociai.
Para Marx o capitalismo tem um fim quando ele esgotar ele chegara ao fim, e ai aparecera uma nova forma de sociedade que seria o socialismo e por fim o comunismo o ultimo estagio.
As idéias Marxista contribuem significativamente para a as revoltas na Europa pois quando a alta burguesia chega ao poder na França o proletariado e a baixa burguesia são deixados de lado e excluídos do processo políticos, ao longo do do século XVIII e XIX as revoltas vão aumentando significativamente.
As idéias iluministas e Marxistas dominam o mundo movimentos de independência buscam nas idéias iluministas a fonte para a ideologia da independência, enquanto na Europa no século XIX o congresso de Viena procura restaurar as monarquias, a partir daí de 1830 a 1848, a Europa enfrentou um complexo conjunto de fatores socioeconômicos negativos: queda de colheitas situação de miséria do operariado, ausência de garantias e direitos fundamentais para o trabalhador e repressão à liberdade de expressão.
Essa situação de crise e insatisfação possibilitou a aliança temporária entre setores da pequena e média burguesia com o operariado, cada vez mais consciente da exploração social de que era vitima. Dessa aliança instável nasceram diversos movimentos revolucionários de contestação as estruturas de poder vigentes em grande parte da Europa. Mistura idéias nacionalistas, liberais e socialistas esses movimentos explodem em diversos lugares como: França, Itália, Áustria, Irlanda, Alemanha, Suíça, Hungria etc.
O século de mudanças foi sem duvida o século XIX mudanças no campo social, e econômico e político o mundo deixou de ser desconhecido ouve avanços tecnológicos apareceram novas teorias políticas, a luta na Europa avança movimentos de unificação na Itália e na Alemanha.
Na America do norte os Estados unidos cria uma política que vai da expropriação de terras indígenas compra de terras povoamento através da imigração européia ate guerras entre o norte o sul do pais, o rápido avanço dos E.U.A deixa ele pronto para participar da segunda revolução industrial o capitalismo ganha força por todo o mundo, o avanço do capitalismo como forma econômica ganha cada vez mais espaço, os estados unidos adotam ele uma política claramente liberal, nacionalista o mundo tem uma nova forma de colonização, conhecida agora como neocolonialismo.
Neste processo a Rússia se torna um pais atrasado industrialmente não conseguindo acompanhar o avanço tecnológico capitalista do século XIX no começo do século XX a grande guerra começa e faz a Rússia sair da guerra pois a sua população organiza contra o império dos czar, a população vivia em situação de estrema miséria nessa luta o movimento dos Bolcheviques chegam ao poder e criam a ditadura do proletariado para fazer a Rússia avançar.
Movimentos políticos organizam e crescem no século XX entre os quais podemos destacar os Fascistas e Nazistas com suas ideologias completamente racista chegam ao poder, percebe que a população menos esclarecida e mais miserável são as primeiras a aderir ao discurso dos movimentos altamente racista.  
 A segunda guerra abala a economia da Europa os Estados Unidos se tornam senhores do mundo juntamente com a União Soviética surge uma guerra conhecida como guerra fria, uma nova concepção política aparece à disputa entre o capitalismo liberal versus o socialismo.
Na segunda metade do século XX a guerra fria vai ate o final da década de 80 e chega ao fim na década 90, o capitalismo ganha o mundo surge o conceito de globalização, mas mesmo ganhando o capitalismo como forma econômica os movimentos sociais se espalham pelo o mundo temos o movimento do rock, do reggae o movimento dos negros nos Estados Unidos, o movimento das mulheres que vinha desde o começo do século também a luta pelos direitos humanos o século XX sem duvida  o século dos movimentos sociais e na luta contra diversas formas de opressão e na busca de direitos.
Não podemos deixar de lado o movimento dos homossexuais que surgiu em são Francisco nos estados unidos e ganhou o mundo hoje este presente com força por toda a parte do globo e pode ser considerado um dos movimentos mais fortes que existe na atualidade.
No século XXI surgem novos movimentos, no campo da política na busca por independência da opressão imposta no Egito jovens se organizam para tirar do poder o ditador Mubarak o oriente médio se levanta contra a dominação imposta por ditadores a décadas podemos citar também a líbia que derrubou o ditador Muamar Kadafi, na Espanha e na Grécia os jovens se organizam contra a forma de governo em que impõe altos impostos e cortes de orçamento na área social, essa política desagradou a população que foram a rua e exigiram outra saída para a crise econômica, nos estados unidos recentemente temos jovens que se organizaram pacificamente e foram a frente do centro financeiro de Wall Streete onde sofreram forte opressão da policia.
O Brasil sempre teve movimentos sociais, desde movimentos que buscavam a independência do pais ate movimentos que luta pela não violência de animais. No campo político podemos destacar vários partidos comunistas que foram perceguidos por sua luta, temos no século XX movimentos pelo direito a terra e moradia dignas  um deles é O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, também conhecido pela sigla MST, é um movimento social brasileiro de inspiração marxista cujo objetivo é a implantação da reforma agrária no Brasil.
O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) surgiu em 1997 da necessidade de organizar a reforma urbana e garantir moradia e a todos os cidadãos. Está organizado nos municípios do Rio de Janeiro, Campinas e São Paulo. É um movimento de caráter social, político e sindical. Em 1997, o MST fez uma avaliação interna em que reconheceu que seria necessária uma atuação na cidade além de sua atuação no campo. Dessa constatação, duas opções de luta se abriram: trabalho e moradia.
O Fórum Social Mundial (FSM) é um evento altermundialista organizado por movimentos sociais de diversos continentes, com objetivo de elaborar alternativas para uma transformação social global. Seu slogan é Um outro mundo é possível.
É um espaço internacional para a reflexão e organização de todos os que se contrapõem à globalização neoliberal e estão construindo alternativas para favorecer o desenvolvimento humano e buscar a superação da dominação dos mercados em cada país e nas relações internacionais.   Os "hippies" (no singular, hippie) eram parte do que se convencionou chamar movimento de contracultura dos anos 60 tendo relativa queda de popularidade nos anos 70 nos EUA, embora o movimento tenha tido muita força em países como o Brasil somente na década de 70. Uma das frases ideomáticas associada a este movimento foi a célebre máxima "Paz e Amor" (em inglês "Peace and Love") que precedeu á expressão "Ban the Bomb" , a qual criticava o uso de armas nucleares.
O Feminismo é um discurso intelectual, filosófico e político que tem como meta os direitos iguais e a proteção legal às mulheres. Envolve diversos movimentos, teorias e filosofias, todas preocupadas com as questões relacionadas às diferenças entre os gêneros, e advogam a igualdade para homens e mulheres e a campanha pelos direitos das mulheres e seus interesses. De acordo com Maggie Humm e Rebecca Walker, a história do feminismo pode ser dividida em três "ondas". A primeira teria ocorrido no século XIX e início do século XX, a segunda nas décadas de 1960 e 1970, e a terceira teria ido da década de 1990 até a atualidade. A teoria feminista surgiu destes movimentos femininos, e se manifesta em diversas disciplinas como a geografia feminista, a história feminista e a crítica literária feminista.
O movimento sindical também faz parte de grande parte da história do pais e esteve presente em diversos momentos desde do momento em que surge a didatura militar no Brasil ate o seu fim em 1985 a onde também faz surgir varias lideranças políticas a mais famosa e do ex sindicalista que virou presidente Luiz Inacio Lula da Silva
O movimento estudantil é um movimento social da área da educação, no qual os sujeitos são os próprios estudantes. Caracteriza-se por ser um movimento policlassista e constantemente renovado - já que o corpo discente se renova periodicamente nas instituições de ensino.
Recentemente o movimento estudantil mais vários outro setores da sociedade organizaram em busca pela ética na política ocorreram passeatas e manifestações em diversas partes do pais pela ética e contra a corrupção, tivemos manifestações em todo o Brasil.
Por fim a luta do ser humano contra a desigualdade imposta ao longo da historia continua, na busca por um mundo mais igualitário, onde de fato as idéias da Revolução Francesa estejam em pratica, nessa busca por igualdade e claro que o sistema capitalista não pode continuar, pois ele gera a desigualdade e destrói os recursos naturais vigentes.

O futuro não pode ser uma continuação  do passado, e há sinais, tanto externamente quanto internamente, de que chegamos a um ponto de crise histórica. As forças geradas pela economia tecnocientifica são agora suficientemente grandes para destruir o meio ambiente, ou seja, as fundações materiais da vida humana. As próprias estruturas da sociedade humana, incluindo mesmo alugmas das fundações sociais da economia capitalista, estão na iminência de ser destruídas pela erosão do que herdamos do passado humano. Nosso mundo corre o risco de explosão e implosão. Tem de mudar.
( Era dos Extremos - Eric Hobsbawm, pag. 562)


O capitalismo industrial trouxe varias beneficie, mas trouxe consigo muitas conseqüências para o mundo entre elas o destruição do meio ambiente e o afrouxamento das relações sociais, mas trouxe avanços tecnológicos que não podemos deixar de lado, mas que deve ser repensado, no campo da política o capitalismo destruiu e corrompeu o político e suas ações servem não mais a pessoas que o elegeram, mas ao grande capital. Cabe agora o mundo e o Brasil mudar o modo de pensar a sociedade o modo de produção o modo de vida que o ser humano necessita suas verdadeiras necessidades, evitando desperdícios que agravem o mundo de hoje.



Bibliografia

Era das revoluções – Eric Hobsbawm, editora: companhia das letras.
Era dos Extremos – Eric Hobsbawm, editora: companhia das letras.

6 comentários:

  1. Parabéns, que bom poder entrar na internet e ver algo assim, ajudou muito!

    ResponderExcluir
  2. Gostei do que li. Estava procurando por isso, obrigada por nos apresentar. Agora,te dou uma crítica construtiva: revise o post e corrija alguns erros de pontuação para facilitar a leitura. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olha, muito obrigada viu, o conteúdo é ótimo, mas cuidado com a pontuação, ou a falta dela! Obrigada, valeu!

    ResponderExcluir
  4. Vou fazer o enem neste fim de semana e procurava exatamente o que li no seu texto sobre movimentos sociais. Suas ideias estão extremamente organizadas, mas com menos erros de escrita e pontuação seu texto seria outro. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Bruno! tudo bem?, passei pelo seu blog e amei.É dez de fácil entendimento!. Bom eu, não sei se você pode postar sobre direito de igualdade, tenho um simulado para fazer e este tema é algo que, não se encontra em um livro só.Agradeço abraço.

    ResponderExcluir