Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

terça-feira, 13 de março de 2012

A expansão Marítima Portuguesa






Por: Bruno Ferreira

 Navegar e preciso ainda mais se tratando dos portugueses com um imenso oceano a sua frente os portugueses foram os primeiros a se arriscar no oceano atlântico para tais feitos foi necessário desenvolver tecnologia para tal façanha.
Os avanços nos instrumentos mais notáveis foram o uso da bússola e do astrolábio que orientavam o rumo e a localização (latitude e longitude) navios mais eficientes, como as caravelas, fácil de manobrar equipados com velas triangulares que lhe permitia navegar contra o vento, os mapas indicando localização, rotas e acidentes geográficos, armas de fogo como canhão, foram de fundamental importância para a defesa das naus e das feitorias.
Outra grande importância para o governo português foi a fundação da Escola de Sagres, em 1417, pelo infante D, Henrique essa escola ajudou formar bons pesquisadores na área.
A primeira etapa da expansão portuguesa foi na áfrica e nas ilhas próximas a Portugal, a conquista de Ceuta em 1415 foi de grande significado para Portugal nesse meio tempo a burguesia e o estado e igreja se organizavam para  a conquista de pontos comerciais  e rotas.
1425 – descoberta do arquipélago da Madeira
1427 – descoberta do arquipélago dos açores
1434 – alcance do cabo bBojaador por Gil Eanes
1443 – descoberta das ilhas de Arquim, na costa do Senegal, por Nuno Tristão.

Os portugueses nessas expedições obtinham escravos, ouro, marfim e outras mercadorias em grande quantidade, no ano de 1453 Constantinopla eram tomados provocando ampliação no esforço no mediterrâneo, mas a morte do organizador das expedições D. Henrique paralisou as expansão lusitana, nessa mesma época a questão discutida era se a terra era redonda, mas com D. João II o esforço pela expansão marítima era retomado.
1482 – fundações do forte S. Jorge de Mina, importante entreposto de escravos.
1485 – alcance do litoral de Angola por Diogo Cão;
1488 – alcance do oceano Índico, por Bartolomeu Dias, que ultrapassou o cabo das tormentas mais tarde cabo da boa Esperança.

Em 1492 o genovês Cristovam Colombo, partidário da tese da esferidade da terra conseguiu que a coroa espanhola e assim conseguiu chegar as America no dia 12 de outubro, uma região na onde acreditava ser a Ásia.
Os portugueses reclamaram a posse das terras através de uma bula papal dividiu as terras descobertas em duas partes, a partir daí Portugal acelelorou as navegações a expedição era chegar na índia pelo comando de Vasco da Gama a esquadra dele aportou em calicute na índia em maio de 1488 e atingia o objetivo português, este fato fez deslocar o eixo econômico do mediterrâneo para o atlântico e colocar Portugal como potencia naval da época juntamente com a Espanha.

2 comentários:

  1. Muito boa postagem, essa parte da expansão é muito interessante...mais interessante é como Portugal foi do auge promissor a decadencia submissos aos ingleses...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir