Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 2 de abril de 2012

A Guerra do Ópio (China 1840 – 1842)




Por: Bruno Ferreira

A china havia adotado uma política isolacionista  recusando a presença de estrangeiros em seu território e apenas permitia realização comercial através do porto de cantão os demais portos eram fechados ao comercio.
Mas a china despertava grane interesse dos britânicos, os ingleses queriam um motivo para invadir e ocupar a china, forçando uma abertura do mercado chinês. O motivo surge em 1839, quando o governo chinês decide acabar com o comercio do ópio dos ingleses em seu pais.
O ópio e uma espécie de narcótico que é extraído da papoula. Naquele ano exercito chinês confiscou e queimou todo o ópio encontrado nos navios ingleses que aportaram em Cantão. A Inglaterra tomou essa atitude como uma afronta a sua soberania e declarou guerra a China.
Em 1840, as tropas britânicas desembarcaram no litoral chinês e depois de dois anos de luta, o governo imperial da China foi forçado a assinar um acordo de Paz com o governo inglês. A guerra do Ópio, como o episodio ficou conhecido, garantiu à Inglaterra as seguintes vantagens.

- Abertura dos portos de Shangai, Amoi, Fuchow e Ning –Po:
- Instalação de representações diplomáticas nos portos abertos ao Ocidente:
-Liberdade de comércio para os mercados ingleses:
-Aquisição, pelo prazo de 150 anos, da ilha de Hong Kong, sobre a qual os ingleses passaram a ter total soberania.

Além disso, manteve-se a distribuição de ópio, que, além dos lucros que proporcionavam aos comerciantes, foi uma poderosa arma de dominação ocidental, condenando grande parte da população chinesa à submissão química, Hong Kong manteve-se no domínio inglês ate quando a china volta ao mercado do capitalismo e retoma a cidade das mãos inglesas hoje é uma metrópole super capitalizada da china,  hoje a china é uma super potencia capitalizada mas que mantém uma política fechada e anti-democratica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário