Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

domingo, 10 de junho de 2012

A Bomba Atômica




Por: Bruno Ferreira

“ Eu Me transformei na Morte, no Destruidor de Mundos” – Robert Oppenheimer - físico



Os cientistas havia descoberta a ficção nuclear antes da segunda grande guerra, os países logo se apressaram para desenvolver esse novo projeto militar. O mundo só tomou conhecimento dessa arma no final da guerra quando os Estados unidos lançaram sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, destruindo ela em poucos segundos, a partir daí o desenvolvimento cada vez maior dessa arma de destruição de massas se aperfeiçoou e evoluiu muito na guerra fria.
Em 1938, os cientistas alemães Otto Hahn e Fritz Strassamn Fissuaram átomos de urânio,  bombardeado  neutros conhecido como fissão nuclear, a Alemanha era a então única detentora desse processo, mas os cientistas da França e Inglaterra sabiam do perigo e poderiam utilizar para fabricar bombas.
O grande cientista Albert Einstein alertou o presidente dos E.U.A para entrar em alerta sobre o acontecimento do avanço das pesquisas na área nuclear, diante disso o presidente criou o  Comitê de Urânio para realizar pesquisas, os E.U.A logo que entraram na guerra lançaram o projeto Manhattan para acelerar as pesquisas em um projeto nuclear.
As primeiras bombas nuclear foi utilizado na segunda guerra a decisão foi tomada pelo presidente americano Harry S. Truman, num jogo político militar de forçar por meio das bombas atômicas a rendição do Japão pois apenas eles resistiam.
O ataque foi feito em Hiroshima devido sua importância militar, no dia 06 de outubro foi lançada a bomba com o nome de “Little Boy” sobre a cidade de Hiroshima, a bomba explodiu 600 metros acima da cidade, com uma potencia de 13 quilômetros de TNT, imediatamente 90 mil pessoas morreram, 50 mil mais tarde, destruindo 90% dos prédios.
A segunda bomba era para ser lançada em Kokura, mas por condições climáticas a cidade não recebeu o presente de grego,  na manha de 09 de agosto de 1945 o bombardeio dos E.U.A chegou em Nagasaki. As 11:02, a bomba “Fat Man” causou  70 mil mortes ao final daquele ano.
No mundo depois de lançar essas bombas as grandes potencias ficaram com receio dos E.U.A e logo foram desenvolver projetos nucleares, logo a segunda potencia do Mundo U.R.S.S tambem tinha o artefato militar, depois foram Gra-Bretanha, França e China, e ate 1990 Israel, Índia, Paquistão e Coreia do Norte.
Durante a guerra fria o mundo estava ameaçado pelo grande estoque nuclear dessas armas de um lado a U.R.S.S do outro E.U.A com tanta bombas daria para detonar o mundo varias vezes, isso so foi  melhorar com a queda da união soviética e o inicio de uma nova ordem no mundo, diminuindo artefatos nucleares.
Ultimamente o desafio nuclear tem sido outro evitar que  essa tecnologia que pode ser usada para setores da saúde e também para a produção de energia limpa, chegue nas mãos erradas de pessoas fundamentalistas que brigam por uma guerra santa, a ultima grande crise nuclear foi com Irã que querem produzir energia, mas as potencias ocidentais não confiam na palavra de um regime extremamente autoritário e fundamentalista, o Brasil participou de uma tentativa de mediação na qual não deu certo, no Brasil a tecnologia nuclear e usada apenas no uso energético sendo minoria elétrica na matriz brasileira de produção de energia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário