Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 6 de junho de 2012

A História de Corpus Christi


 
Por: Bruno Ferreira



A eucaristia que faz parte da doutrina da igreja e baseada pela tradição crista da ultima ceia quando Jesus disse: ‘Este é o meu corpo… isto é o meu sangue… fazei isto em memória de mim’. A partir daí toda a cristandade repete a forma pela qual cristo deu o corpo e o sangue para a remissão dos pecados, mas a sua história foi sendo construída e transformada após a morte de cristo, a eucaristia foi interpretada diferentemente pelos cristãos de hoje, o historiador Blainey contribuirá para essa ideia mais detalhadamente logo abaixo veremos o trecho de seu livro.


O serviço religioso incluía uma refeição. A maioria dos cristãos dizia reunir-se para “dividir o pão”, e em algumas congregações criou-se o costume de servir uma refeição especialmente para os pobres. Os fiéis  gostavam de encontrar  comida e bebida, já que chegavam  famintos, depois de um dia  de trabalho árduo, geralmente braçal. Com o passar dos anos, porém, a refeição evoluiu de um meio de saciar a fome, para algo simbólico, restrito a pão e vinho ou água, quando precedido de jejum. A intenção era evocar a última ceia, quando Jesus declarou que o pão era seu corpo, e o vinho, seu sangue, determinando que os discípulos comessem e bebessem em memória dele. Conhecida como Santa Comunhão, a ceia do senhor a missa ou Eucaristia era uma cerimônia profundamente mobilizadora para os participantes. Naquela “refeição jubilosa” sentiam a verdadeira presença de Cristo entre eles. (Blainey 2012, p47-48)


Desta forma a eucaristia representa o corpo de cristo que tira os pecados e que da uma nova vida aos cristãos, ao longo de séculos a forma pela qual o corpo de cristo foi dado, mudou passando de pão para hóstia, mas o significado continua o mesmo.
 A comemoração de Corpus Christi expressão que vem do latim e que significa o corpo de cristo,  é uma data importante para o cristão católico, e uma comemoração que acontece após  o domingo de pentecostes e da santíssima trindade, e que tem o objetivo comemorar a presença de cristo na eucaristia, essa data acontece segundo as normas da igreja que são estabelecidas no código de direito canônico,
E realizado no dia de Corpus Christi uma procissão pelas vias publicas onde o sacerdote caminha por tapetes postos nas ruas onde ele ira passar com o santíssimo, essa tradição tem inicio no século XIII quando a igreja sentiu a necessidade de realçar a presença do “corpo todo” no pão sagrado, sendo instituída pelo Papa Urbano IV bula “Transiturus” do Mundo’ de 11 de agosto de 1264.
O papa através da freira agostiniana, Juliana de Mont Cornillon que teve visões de Cristo demonstrando desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.
Por vontade do papa que solicitou que os objetos fossem levados em procissão para a Catedral de Santa Prisca, esta foi à primeira procissão eucarística que ocorreu assim em 11 de agosto de 1264 o papa falou através da bula “Transiturus” do Mundo que a partir de então haveria uma festa em homenagem a honra do corpo de cristo, após algum tempo o papa morre, mas a festa permanece e ganha força inicialmente na cidade de Colônia na Alemanha e depois na França e Roma.

A COMEMORAÇÂO NO BRASIL

No Brasil Corpus Christi foi introduzida pelos colonizadores portugueses essa tradição onde as ruas são enfeitadas com motivos religiosos com símbolos do cálice da eucaristia e do cordeiro de cristo, as  procissões  são mais ornamentadas em cidades históricas como: Ouro Preto, Tiradentes, entre outras. A festa ocorre no  interior do Brasil e tambem nas capitais, logo abaixo veremos os tapetes por onde passara o sacerdote com o santíssimo.


Figura: Cidades mineira São João del Rei. Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL488218-5598,00.html

O momento de grande importância na procissão e quando o hostiário, ainda não consagrado e conduzido na procissão ate  o sacerdote de alta hierarquia católica. No momento da passagem do hostiário, ocorre silencio, e começa tocar a sineta que anuncia a passagem do cortejo.
 Os ornamentos são feitos pela comunidade que se encontra a paróquia, utilizando diversos materiais entre serragem a materiais recicláveis a ideia é que o corpo de cristo possa passar em um local digno, é sem duvida uma manifestação publica de fé e que representa para a igreja a presença real de Jesus Cristo na Eucaristia.
Os católicos procuram justificar a festa de Corpus Christi com a Bíblia citando partes dela que supostamente dão base para o dogma da Eucaristia. Os textos mais frequentemente usados são os de Mateus 26.26-29; Lucas 22.14-20 e João 6.53-56.
Por fim sem duvida a festa é um ato de fé, mas também faz parte da cultura de muitos lugares do Brasil e do mundo, em especial no Brasil o dia é feriado e um dos últimos feriados de fé crista católica que permanecem como feriados oficiais do Brasil, onde não ocorre atividade útil.

BIBLIOGRAFIA

BLAINEY, Geoffrey. Uma breve história do cristianismo/ Geoffrey Blainey; [versão brasileira da editora] – 1. Ed. – São Paulo – SP: Editora Fundamento Educacional Ltda., 2012.

RINALDI. Natanael. Como Surgiu a Festa de Corpus Christi?  Disponivel em : http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?id=1035 Acesso em 06/06/2012 e Publicado em 3/15/2005

Um comentário:

  1. Bom texto, no entanto alguns erros ortográficos e falta de acentuação. Tome mais cuidado ao escrever. Aconselho usar um corretor como o Word.(2)

    ResponderExcluir