Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 20 de julho de 2012

O Governo de Jânio Quadros (1961)




Por: Bruno Ferreira


Estava chegando ao fim à era democrática e prospera de Juscelino Kubitschek as eleições de 1960 deu a vitória a Jânio Quadros do partido trabalhista nacional, ele era um ex-governador de são Paulo e tinha o apoio da UDN o vice foi o gaucho João Goulart apoiado pelo PSD e PTB partidos rivais da UDN.
O governo de Jânio foi meteórico rápido e catastrófico foi de janeiro a agosto de líder promissor a um fracasso de administrador, tentou dar um golpe e fechar as instituições e ficar perpetuo no poder Janio era extremamente contraditório em alguns momentos era conservador em outros demonstrava de esquerda em um mundo em plena guerra fria.
A fim de conter os gastos públicos diminuiu drasticamente os gastos públicos subsídios a certos produtos foram tirados e elevação foi de 100% no preço do pão e combustíveis, sua política era de forte apelo demagógico, a sua presença buscava construir como um homem capaz de controlar com força as redias publicas. Buscando mostrar que o Brasil não iria pelo caminho revolucionário social ao mesmo tempo em que atacava os estados unidos, em um momento preventivo Che Guevara herói da revolução cubana com a ordem mais importante do Brasil a ordem do cruzeiro do sul, em outro momento era conservador e proibia o uso de biquines  as suas medidas foram claramente pensadas  e na verdade queria preparar o Brasil para o fim do período democrático.
Após o discurso de seu opositor Carlos Lacerda que o atacava dizendo que Janio iria dar um golpe no Brasil, Janio logo depois isso apresenta sua renuncia ao congresso no dia 24 de agosto de 61, ele pensava que os políticos não iriam aceitar sua renuncia, pois ele iria provocar duas reações a posse de Janio da esquerda que estava em visita a china ou o golpe militar. Se o congresso não aceitasse a renúncia. O Presidente Janio aumentaria radicalmente seus poderes o que significaria que ele seria um novo Ditador, contrariando o previsto de Janio o senado e camará acatou as ordens e o pedido de sua renúncia foi aceito.
Portanto esse período da história do Brasil foi muito conturbado de um lado vindo de um momento de extremo progresso industrial e democrático feita pelo presidente bossa nova Juscelino de outro o Brasil entrava em crise financeira, política e institucional com a saída de Janio um demagogo entrava João Goulart político de fortes ideias socialista e de fato queria a transformação social para o Brasil a elite não gostou e logo o tirou do poder dando o poder a um ditadura que iria durar mais de 20 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário