Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Mesopotâmia




Do surgimento do Estado e as civilizações Mesopotâmicas

Por: Bruno Ferreira


A mesopotâmia e a região do oriente médio que esta localizada entre os rios tigres e Eufrates e que deságua no golfo pérsico, o significado de mesopotâmia e terras entre rios sendo ela o berço da civilização que tem inicio 4 mil anos antes de cristo  foi nessa região que o homem criou um dos primeiros estados, cidades e vilas criou também a escrita  e teve inicio ao comercio utilizando a roda nos veículos de transporte.
O estado surge com a necessidade de construção de canais para a irrigação de certas regiões mais afastadas dos principais rios  também com a construção de outras obras como diques e barragens  desta forma requeria uma administração maior e com um esforço coletivo o poder do estado que nascia tinha a função de organizar as grande obras de interesse comum de um determinado povo ultrapassando a iniciativa particular.


Contribuindo para essa ideia Adam Hart Davis relata “ As primeiras cidades do mundo surgiram na Mesopotâmia, talvez por causa da necessidade de organizar a construção de canais de irrigação a partir dos rios tigres e Eufrates inicialmente, as cidades eram pouco mais do que aglomerações de vilas e famílias afins, mas logo se tornaram centros de comércio e de grandes obras de irrigação, que transformaram a região rural e produziram diversas colheitas por ano. Concentravam-se ao redor de templos e recintos sagrados localizados no topo de elevação  com tijolos de adobe chamadas zigurates.


            Com isso surge a exploração dos governantes sobre os governados surgindo também um modo de produção asiático que tinha as seguintes características:
- As terras de produção eram usadas pelos trabalhadores rurais, mas pertenciam as classes dominantes.
- As classes superiores tinham total controle da administração do Estado
-  O Estado foi criado e dominado por uma classe que excluía as classes baixas do controle administrativo eles eram donos de terras e dirigia e controlava o trabalho e também a sociedade
- A maior parte os pobres eram obedientes aos ricos e poderosos devendo obediência e tributos (impostos).
            Entre os povos dessa região que formaram os primeiros estados estão os Sumério, acádios, amoritas conhecidos como antigos babilônicos e assírios e caldeus os novos babilônios.
            Os sumérios são os criadores da primeira forma de civilização da mesopotâmia construíram as primeiras cidades  entre elas Ur, Uruk, Eridy, Nippur, Lagash, Abad e Zabalam a população media era de 10 a 50 mil habitantes sendo que a maior Ur chegou a 200 mil.
            Cada cidade suméria era composta de templo, centro político e econômico o templo era governado por um sacerdote conhecido como “vigário de deus” tinha em suas mãos os poderes políticos, religioso e militar.
            Os sumérios são considerados como os desbravadores de algumas realizações humanas no campo cultural desancando a Escrita cuneiforme, Invenção da roda e construção de grandes templos.
            Por volta do ano 2550 a.C os sumérios foram derrotados pelos Acádios com grande força militar comandada pelo rei Sargão I, os acádios foram responsáveis pela  unificação da cidades sumerianas criando o primeiro império da mesopotâmia expandindo um império, mas apesar de tudo isso o império acádio durou pouco tempo sucessivas revoltas acabaram por enfraquecer o império.
            Outro povo que iria entrar para a história foram os Amoritas vindos do oriente médio eles ficaram conhecidos como Babilônicos o mais importante rei dessa civilização foi Hamurabi que entrou para a história com seu famoso código de leis escrita o código em geral tem o principio da lei de talião “olho por olho, dente por dente” que tinha como principio dar o castigo segundo o crime cometido.
            Com a morte do grande rei Hamurabi o império babilônico enfraquece e outros povos entram no império eles eram os cassitas e hititas possuíam esses introduziram o cavalo na vida da mesopotâmia, mas rapidamente foram dominados pelos Assírios esses tinham um feroz espírito de guerra e organizaram um dos primeiro exércitos do mundo eram poderosos graças a força dos seus exércitos que possuíam forte armamentos avançados para a época e possuíam alem de tudo isso um habito de crueldade eles alem de conquistar massacravam e torturavam os povos conquistados com tanto terror os povos conquistados foram se rebelando a tanta opressão cometida.
            Por volta de 612 a.C. os Caldeus aliados aos Medos formaram uma aliança para destruir as cidades assírias  pondo fim a toda essa crueldade. Os Caldeus ficaram conhecidos como os Neobabilônicos, ou seja, novos babilônios o principal rei deles foram o grande Nabucodonosor que é foi citado nos textos hebraicos, ele foi responsável de formular a construção dos jardins suspensos da Babilônia e da Torre de Babel e conquistou Jerusalém em (586 a.C) onde os povos semitas foram submetidos a escravidão esse episodio bíblico e conhecido como “Cativeiro da Babilônia” e apenas com Ciro da pérsia que foram libertos desse cativeiro.
            Em termos estruturais as sociedades que ocuparam a mesopotâmia tinham basicamente a mesma estrutura onde ocorria a classe dominante composta por sacerdotes, militares e comerciantes controlando a riqueza, e a classe dominada composta por pequenos artesãos e escravos, o rei era o topo de toda essa hierarquia não era considerado um deus vivo, mas um representante de deus sendo uma espécie de papa dos dias atuais.
            No campo econômico era dominado pela agricultura como o cultivo de trigo e tâmaras na pecuária gado e bovinos, e nas atividades urbanas formou-se um grande número de oficinas e os comerciantes trocavam produtos, pois ate o século VI não havia a moeda cunhada.
            Na cultura mesopotâmica esta intimamente ligada à religião e a crença em diversos deuses fazendo parte a magia e a astrologia no campo artístico não se tem grande destaque, a arquitetura destaca-se a construção de templos conhecidos como zigurates grandes construções com diversos andares como a Torre de Babel, na literatura a obra de grande destaque é a Epopeia de Gilgamesh escrita em textos cuneiformes.
            Portanto sem duvida nenhuma e que essa região do mundo faz parte da história da humanidade e deve ser preservada como patrimônio cultural, pois é um berço da civilização humana mais recentemente essa região foi o ataque de duas grandes guerras a primeira a guerra do golfo e a segunda conhecida guerra do Iraque de combate ao terrorismo muito foi perdido por meio de fortes bombardeios americanos, mas uma coisa chama a atenção essa sempre foi uma zona de guerra constante na historia da humanidade até os nossos dias, sendo que sua riqueza nos dias atuais está na imensa reserva de petróleo que esta localizada abaixo do seu solo.


Bibliografia
DAVIS, Adam Hart – Davis, Enciclopédia Ilustrada da História, Origens / Carlos Alberto Pavam – São Paulo: Duetto Editorial, 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário