Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

terça-feira, 5 de março de 2013

A HISTORIA de HUGO CHAVEZ





Por: Bruno Ferreira

“Me condene Burguesia, me condene quem quiser, a História me Absolvera”


“No mesmo dia em que Joana Dark morreu Hugo Chávez  deixa o povo venezuelano e sua luta contra o câncer, a vida e a história de Chávez e marcada por lutas, lutando por sua vida, e lutando sempre pelos menos favorecidos concerteza ele entrou para a História.”

Hugo Rafael Chávez Frías 28 de julho de 1954 foi um político e militar venezuelano foi 56º presidente da Venezuela idealizou a chamada revolução Bolivariana, defendendo a revolução bolivariana, promovendo o chamado socialismo do século XXI é fortemente critico do neoliberalismo e das relações com os Estados Unidos.
Sem duvida nenhuma ele vai gerar polemicas históricas

Vida pessoal
Chávez é o segundo de seis filhos de Hugo de los Reyes Chávez e de Elena Frías de Chávez, ambos os professores de carreira. Hugo e o seu irmão mais velho foram viver com a avó paterna Rosa Inés a pedido do pai, ainda durante a infância.Frequentou a escola primária no Grupo Escolar Julián Pino, em Sabaneta.
 O ensino secundário foi cursado no Liceu Daniel Florencio O' Leary, na cidade de Barinas. Desde a sua juventude, Chávez é um apreciador de atividades esportivas, em particular do baseball.Aos dezessete anos, Chávez ingressou na Academia Militar da Venezuela, graduando-se, em 1975, em Ciências e Artes Militares, ramo de Engenharia. Prosseguiu na carreira militar, atingido o posto de tenente-coronel.
Chávez casou-se duas vezes: a primeira com Nancy Colmenares, com quem teve três filhos (Rosa Virginia, María Gabriela e Hugo Rafael) e a segunda com a jornalista Marisabel Rodríguez, de quem se separou em 2003 e com quem teve uma filha, Rosinés. Além disso, Chávez também manteve uma relação amorosa por cerca de dez anos com a historiadora Herma Marksman enquanto era casado com a sua primeira esposa.
Os sítios de notícia o dão como responsável pelo cancelamento de concessoes de funcionamento a canais de televisão e rádios do setor privado.. Ainda há aqueles que denunciam o seu governo como uma ditadura, que persegue os adversários políticos.

VIDA POLITICA
Chavez foi fundador do movimento quinta Republicana, e da esquerda política foi protagonista do golpe este que tinha como objetivo tirar o então presidente Carlos Andres Peres, mas de forma legal Chávez foi eleito presidente em 1998 jurando sob a nova constituição o que iria fazer como presidente, novamente foi reeleito em 2000 e 2006.
Chavez promoveu as missões bolivarianas, centro de uma política assistencialista, cujo objetivo e combater os males de um pais de excluídos e fomentar a justiça social combater o analfabetismo, desnutrição, e a pobreza e tantos outros problemas sociais.
Ganhando forte popularidade e durante seu processo político começa articular uma liga de partidos de esquerda PSUV, durante seu governo procurou centralizar o poder controlando também a Assembleia Nacional, Tribunal Supremo de Justiça e Banco Central Venezuelano e a Indústria Petrolifera.
Hugo foi promotor do antiamericanismo, anticapitalismo e apoiou a autossuficiência econômica e defendeu a cooperação das nações pobres do mundo, sua atuação na America latina foi a criação da ALBA apoio logístico a países aliados.
A política Chavista provocou grande inimizade americana por sua postura contra a poltiica americana no mundo, os Estados Unidos Caracterizou ele como inimigo da democracia na America Latina, o ex presidente e muitos partidos de direita e centro direita criticou sua política na Venezuela por sua forte postura como “suposto ditador” este ditador que foi eleito pelo povo.
 O "autoritarismo" de Chávez e o "amplo espectro de políticas que minaram os direitos humanos" no país, durante seu governo. Por outro lado, muitos outros governos simpatizam com sua ideologia e/ou agradecem as trocas bilaterais e os acordos de ajuda mútua. Em 2005 e 2006 ele foi nomeado uma das 100 pessoas mais influentes pela revista Time.
Hugo chaves este que atacou o governo legitimo, também foi atacado por seu governo que era legitimo numa tentativa de golpe mal dada pela oposição, onde ocorreu muitas mortes, onde foi afastado do poder mas voltou ao poder por meio das mãos do povo, anos depois este golpe foi atribuído  ao Estados Unidos, este ultimo tinha fomentado grupos contrários e minoritários na Venezuela.
Em 4 de junho de 2002 a Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos aprovou uma Declaração Sobre a Democracia Na Venezuela, condenando o golpe de estado ocorrido em 11 de abril daquele ano.
A economia da Venezuela nunca foi estavel tendo picos de suposta estabilidade e levando o povo a crise social, com Chávez o espaço social ganhou força, mas a crise afetou os mercados e a inflação fez crescer ainda mais nos últimos anos, a grande riqueza da Venezuela e o petróleo traz para os cofres públicos grande receita dando dinheiro suficiente para Chávez fazer sua revolução.
Sua política social conseguiu resultados significantes diminuindo a pobreza e a miséria no seu pais, por outro lado tudo o que foi feito foi por meio de uma força “autoritária”, mas onde a maioria do povo sustentou Hugo no poder até o aparecimento de seu câncer onde vem sofrendo por um longo tempo, em 2012 foi tratar de seu câncer em cuba a onde a oposição da Venezuela queria noticias sobre o presidente eleito em 2012, mas onde só veio a ver em 2013 e logo foi a óbito.
Hugo Chavez morreu no dia 5 de março de 2013 segundo o vice-presidente Nicolás Maduro Hugo Chávez morre aos 58 anos na capital Caracas, às 16h25m locais, deixando um ambiente político nada favorável, pois morre deixando um poder vago, onde a constituição garante que o presidente da assembleia nacional assuma o poder, mas o vice presidente busca pelo direito de sucessão o poder político da Venezuela.
Por fim como vemos a figura de Hugo Rafael Chavez Frias e controverso sempre acusado por seu estilo e sua opinião autoritária, mas sempre justificado por sua  postura no combate a pobreza e miséria do seu pais tirando poderes de uma elite que pouco se preocupou no bem estar do povo venezuelano, Chavez faz parte de um movimento de esquerda que tomou a presidências da republicas na America Latina, esse movimento vem combater o neoliberalismo pregado antes que pregava um estado mínimo, hoje vemos as democracias da America Latina composta por presidentes de esquerda que procuram justificar sua eleição na busca da igualdade social, como ele mesmo Hugo Chavez disse parafraseando o amigo Fidel Castro  Me condene Burguesia, me condene quem quiser, a História me Absolvera”

 Por: Bruno Fereira


3 comentários:

  1. Adorei sua postagem,me fez entender a historia do hugo Chaves,fora da visão da rede globo,seus telespectadores e os eua.
    Eu queria uma opnião independente,pra poder fazer minha critica sem falar besteira,pois não conhecia muito bem a historia dele.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado caro, continue a ver o blog.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, adorei sua forma de se expressar, foi bastante claro e objetivo. Deu pra me entender um pouco mais da trajetória de Hugo Chaves.

    ResponderExcluir