Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

terça-feira, 28 de maio de 2013

Império Islâmico



Por: Bruno Ferreira


A civilização islâmica teve suas origens na península Arábica (entre Ásia e África) com clima desértico. A união do povo árabe foi feita pelo profeta Maomé – através da Guerra Santa.
Divide –se Arábia pré-islâmica e Arábia islâmica
Os Povos que viviam naquela região eram Árabes beduínos – seminômadese Árabes Urbanos – povos sedentários – dedicados ao comercio responsáveis por caravanas de camelos.
Eram politeístas e a cidade de Meca construída para tentar a união islâmica. La tinha a Caaba, templo com a pedra negra.

Meca torna-se centro religioso e comercial
Maomé torna-se fundador do islamismo religião Monoteísta - Muçulmana ou Maometana.
Devido suas pregações Maomé foi obrigado a fugir de Meca para Yathrib posterior chamado Medina isso ocorreu em 622 episodio conhecido como Hégira.
Aos poucos Maomé difundiu a religião organizou exercito e conquistou Meca e a Caaba foi destruída e foi transformada em centro de orações la foi criada uma nova organização política e Religiosa.
O Islamismo que tem o significado submissão a Ala essa submissão e chamada de Islão.
Tinha regras a seguir e dogmas sagrados como: crer em Alá, Fazer 5 orações diárias, ser generoso aos pobres e dar esmolas, Cumprir Jejum durante o (ramadã) mês de Jejum e Ir a Meca uma vez na vida.

Alcorão Livro sagrado que continha Instruções que contribuem para a ordem social. Proíbe que consumisse carne de porco e consuma bebidas alcoólicas, pratique jogos de azar, roubo e punido.
 Escravidões são permitidas.
 Predestinação – tudo já esta pré-estabelecido por Alá.  Após a Morte de Maomé divisão entre seitas
Sunitas – defendia como chefe de estado o Califa e aceitavam alem do Alcorão as Sunas.
Xiitas – Chefe de estado que devia ser descendente de Maomé o chefe da comunidade o Imã e inspirado por Alá e deve obediência ao Imã e aceita apenas o alcorão, os xiita se encontra no Irã e no Iêmem.
Estado Mulçumano era um governo teocrático os califas – poder religioso, militar e a expansão  Primeira etapa (662 -661) conquista a persa
A Segunda etapa ( 661 – 750) Dinastia dos Califas conquistas até a Europa Barrado por Carlo Martel na Batalha de Portier.
Córdoba é fundada em 756  que marcou a de expansão do islamismo terceira etapa (750 – 1258) – sede transferida para Bagdá, o governo era entregue ao Vizir, posterior formação do estado independe de Córdoba e Cairo.
Entretanto crises Internas rivalidade e ambições dos califas levaram ao desmoronamento do império, formado por Estados Muçulmanos independente.
Povos conquistados reagiram contra dominação
Com muita luta os Portugueses e Espanhóis expulsaram e também os Turco Otomanos conquistaram grande parte dos territórios dominados pelos árabes.
No campo comercial os Árabes  viajaram o mundo antigo com o comercio e inventaram o cheque e eficientes instrumentos jurídicos Manufaturas – cada cidade tinha uma produção
Bagdá – Joias, porcelana, tecidos de seda.
Damasco – armas e ferramentas.
Marrocos – artesanato de couro
A Criação de animais como cavalos, carneiros e camelos, fazia parte da economia islâmica, nessa troca de comércios ocorre uma fusão de elementos do Oriente e do Ocidente.
Três instrumentos que chegaram a Europa através dos Árabes:  Bússola, a pólvora e o papel.
No campo cultural e na Literatura – “As mil e uma noites”, que reflete a vida de luxo e prazeres do califado de Bagdá.
A Escultura e pintura era usada na Decoração de templos onde continha em arabescos desenhos baseados  motivos geométricos ou vegetais e uma bela tapeçaria.
No campo da Matemática os árabes foram responsáveis pela álgebra e trigonometria
Na Física e Química eles descobriram meios e técnicas para dominar a técnicas como o  álcool, o salitre, o acido sulfúrico etc.
Na Medicina ocorre novas técnicas cirúrgicas e doenças como varíola e o sarampo e no campo da  Filosofia ocorre  estudo das obras Aristóteles e preservação dessas ideias em manuscritos.

            Portanto podemos observar que o império árabe surge a partir das ideias de um profeta Maomé, que por meio dessa nova religião concebida por ele tenta unir sucesso a região em torno de Alá e consegue a expansão da fé alem da península arábica indo de encontro da Europa e do cristianismo presente naquela região. Vemos que até hoje a religiosidade e forte na região que foi de influencia islâmica a religião é altamente ligado a política e a cultura do povo árabe.

9 comentários:

  1. Oi, vi teu blog no Educadores Multiplicadores e acabei por fazer uma visita. Gostei, muito bom! Desculpe não fazer um comentário coerente com a postagem, mas hoje estou com pouco tempo (a grande desculpa da nossa geração, do nosso século...) Mas voltarei com certeza. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Bruno foi bom mergulhar na Historia através dos seus comentarios

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Que boxta muito legal

    ResponderExcluir