Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Resumo: A escola e a compreensão da realidade





 Por: Bruno Ferreira


A escola e a compreensão da realidade.

Indrodução

Qual e o papel do professor na formação dos alunos?
Essa resposta tem que vir acompanhada de uma serie de outras perguntas como idade, ciclo de ensino, serie ou curso, condições sócio econômicas dos lares, características sociais econômicas e culturais, lugar onde esta a escola, momento histórico que se vive; deste modo o papel do professor é ajudar as crianças ver, compreender e expressar a realidade, expressar-se, descobrir e assumir a responsabilidade de serem elementos de mudanças, capazes de transformar a realidade em comunhão com semelhantes.

1-      Os Homens de Nossa Localidade.

O que é o “estudo do meio” consiste em estudar onde a criança vive. O “meio” seria toda a realidade, física, biológica, humana, que as rodeia o meio torna-se cada vez maior como um quintal, rua, bairro, lugarejo.
O objetivo do estudo do meio é ajudar a criança a ver, a analisar a realidade; outro objetivo é fomentar a curiosidade e fazer uma observação crítica diante da realidade, outro é iniciar a criança no estudo da geografia, assim, captar essa inter relação do homem com o meio começando pelo próprio meio, para que a criança aprenda a noção geográfica básica, um vocabulário geográfico e também as primeiras noções de cartografia.
O estudo do meio poder ser considerado de forma integral ou parcial. O parcial é apenas considerar somente o estudo de um problema ou de um aspecto do meio.
Estes estudos parciais são considerados como uma finalidade em si, independente ou, então, integrada em uma unidade de trabalho.
A criança desenvolve a pesquisa histórica, uma análise dos testemunhos históricos, uma análise dos costumes do local, dessa forma a criança passa a acostumar-se com dados estatísticos como: porcentagem, média aritmética, planos de mapas: e se desenvolve na descrição, na leitura e na discussão.

2 – Os Homens de Nosso Tempo.

A criança deve ser ajudada a adquirir certas capacidades e certas compreensões sobre os problemas principais que afetam o homem do nosso tempo, assim vai vivenciando a escola como um lugar para dialogar e pensar.
O trabalho com a atualidade com os alunos apresenta muitos obstáculos, os temas estão fora do alcance da criança como acontecimentos de caráter político. E importante encontrar uma forma de estimular o interesse das crianças em selecionar os temas que cada grupo pode encarar de acordo com sua maturidade e sua idade.
O papel do professor é orientar as crianças a raciocinar a partir do material no qual estão interessados fazendo as ver o problema ou contexto social em que ocorrem as causas que afetam a vida das pessoas. O trabalho com a notícia e algo que o professor deve  diariamente fazer com as criança fazendo com que habitue-se  ao jornal e também a reconhecer o jornal, comentar as notícias de ma forma  extensiva, e intensiva.
Pode ser um trabalho ocasional ou sistemático, ocasional é uma noticia da atualidade, sistemático estabelece um horário para leitura ou comentário, discutir os fatos fornece as crianças elementos bem mais numerosos para compreensão da realidade. A discussão pode ser feita com o grupo inteiro ou fracionada em grupos menores cada um dos quais dialoga procurando chegar a uma conclusão.
Nestes trabalhos, o professor poderá avaliar a compreensão alcançada pelos alunos, mas principalmente, as crianças poderão exprimir o que pensam ou sentem diante de um determinado acontecimento ou situação.

3 –  Os Homens de Outros Lugares

Conhecer e compreender os homens de outros lugares também faz parte do trabalho com  notícia da atualidade, de que já falamos e assim um enriquecimento do estudo geográfico de certos lugares sociológicos, antropológicos, etc.
Geografia é a localização, descrição, explicação e comparação das paisagens e das atividades humanas na superfície do globo.
Como se trabalha a geografia com  as crianças menores, sempre com o enfoque na descrição com relatos, aventuras, contos, etc. relacionando com a paisagem que se descreve e assim apresentar também vocabulário mais rico e técnico sobre a geografia.
Com as crianças maiores as explicações das características ficam-se mais importantes.
A explicação de como se formou a paisagem e do porque existem certas características, mostrar as crianças que as formas terrestres não são elementos estéticos, mas, de ampla evolução.
É essencial que as crianças adquiram conceitos e, também, essencial a relação com a paisagem que estuda e a observação de semelhanças e contrastes que formem atitudes.
As atividades possíveis no trabalho escolar é estudar o meio e observar, descrever, explicar, comparar, manejar o vocabulário geográfico, trabalhar mapas, apresentar nos mapas diferentes aspectos, traços, planos partindo da realidade, interpretar e executar gráficos. Um trabalho importante na geografia, é ser capaz de identificar gráficos, trazer gráficos simples partindo da realidade imediata para os alunos, traçar gráficos simples sobre dados de revistas, interpretar gráficos, interpretar gráficos de revistas, jornais e livros.
Observar em lâminas, fotografias e dispositivos as características de uma boa fotografia ou dispositivo, ser simples, mostrar a característica leitura motivadora, aventuras, poesia, contos, sempre que puder levar pessoa que tenham viajado para que as crianças os entrevistem.
A correspondência escolar é uma experiência riquíssima além do ponto de vista do desenvolvimento da linguagem escrita produzir trabalhos e roteiros em equipes, as crianças podem reunir material investigador e elaborar relatos interessantes sobre a vida de uma região.

4 – Os Homens de Outros Tempos

A compreensão do mundo que nos rodeia e suas características, a procura de uma resposta as perguntas que a época atual nos apresenta leva – nos sempre ao passado, a escola tem, necessariamente, que apelar para a dimensão “passada” para dar elementos necessários para a compreensão do presente.
Os alunos devem descobrir a história do homem como uma mudança permanente, para isso deve-se habituá-las  a comparar períodos históricos entre si, o passado com o presente, vendo as transformações que ocorreram  na forma de organizar a sociedade .
O professor deve ajudar as crianças a não julgar os homens do passado com nossa própria mentalidade e nosso valor.
O aprendizado da História deve ajudar as crianças a se localizar no tempo, ou seja, é necessário selecionar algumas datas decisivas que possam assinalar uma diferença entre períodos.
O aprendizado da historia para um criança apresenta muitas dificuldade as quais são em primeiro o problema de percepção do tempo e em seguida o problema dos temas que não coincidem com os interesses e possibilidades de compreensão das crianças, outra difícil compreensão é a confusão entre o plano da realidade e o plano da fantasia, a confusão de bons e maus, a história que se ensina antes  dos 14 anos deve ser descritiva.
O testemunho histórico é de extrema importância para compreensão de temas, assim as crianças interpretam os discursos históricos.
Trabalhar sobre a história local, a interpretação de testemunhos, ter uma comparação com a realidade, mas o qual e a dificuldade do trabalhar a historia local por falta de documentos, esses resultados obtidos se faz transcender para o plano nacional.
Estabelecer sempre relações com o presente no exercício de vincular o presente as figuras e documentos. A construção de gráficos representando a relação dos acontecimentos no tempo ajudando as crianças, terem sempre uma sucessão dos fatos a serem estudado, porque para a criança não há idéia de sucessão dos fatos.

Trabalhar biografias ler contos, novelas e poesias têm um grande poder de motivação, tudo isso ajuda o aluno a se sentir próximo do período histórico.

NIDELCOFF, Maria Tereza. A escola e a compreensão da realidade. 13 ed. São Paulo, Brasiliense, 1986.

Nenhum comentário:

Postar um comentário