Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Getúlio Vargas



Por: Bruno Ferreira


Durante a História do Brasil tivemos vários homens públicos que foram importantes para a política brasileira, mas nenhum que em um breve espaço de tempo conseguiu transformar um Brasil extremamente sem identidade e nacionalidade essa pessoa que fez no século XX transformar um país totalmente em todos os campos que influenciaram a história posterior a sua passagem sem duvida por seus prós e contras essa figura é Getúlio Vargas o chamado primeiro grande presidente do Brasil chegou ao Poder por meio de um golpe e por meio de votos voltou a ser Presidente conseguindo fazer mudanças fundamentais no Brasil.
Este período da História do Brasil é conhecido pela historiografia brasileira como era Vargas o governo de Vargas transforma o Brasil em industrial e faz com que as grandes cidades crescerem, o Estado tornar-se forte ele interfere na economia  e através de leis trabalhistas consegue manter com a classe trabalhadora urbana grande simpatia. Varga durante sua era teve três períodos foi primeiro chefe do governo provisório 1930 – 1945 segundo eleito pelo voto direto 1934 – 1937 e foi por fim ditador 1937 – 1945.
            Os presidentes de estados hoje podemos dizer que são os atuais governadores foram substituídos por Vargas e utilizaram esses do poder para neutralizar as possíveis resistências dos velhos poderes locais, afim de consolidar sua revolução Vargas ele contou uma intervenção forte e ferrenha, com isso o poder publico contemplou outros poderes e interesses sociais, saindo da antiga visão arcaica que a oligarquia Cafeeira mantinha e tinha das funções do Estado.
            Com varias mudanças de modernização a Era Vargas foi um período marcante na historia do Brasil por sua incrível luta e foi assim um período conturbado pela:

  • Revolução Constitucionalista de 1932.
  • Constituição de 1934. A chamada constituição Polaca pois era baseado na constituição polonesa.
  • Criação da Ação Integralista Brasileira (AIB) e Aliança Nacional Libertadora (ANL).
  • Política econômica e administrativa do Estado Novo.
  • Política paternalista varguista.
  • Transformação social e política trabalhista com a criação da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).
  • Criação do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), órgão responsável pela censura do período.
  • Constituição de 1937.
  • Consequência da Segunda Guerra Mundial.
  • Decadência do Estado Novo.
  • Ascensão e crise do Segundo Governo de Vargas (1950 – 1954).
  • Criação da Petrobras
  • Siderúrgica Nacional

Getúlio Vargas tornou – se esse mito não só apenas por suas façanhas como político, mas também por ter saído do seu governo por meio da morte já que suicidou –se por meio de um escândalo , após sua saída do poder como ditador ao fim da segunda guerra ele volta meses nos braços do povo eleito presidente, mas dessa vez sua situação complica-se pois a economia já não era mais a mesma, sua imagem fica sendo como o pai dos pobres numa disputa política entre PSD e UDN opositores conservadores Getúlio para piorar coloca João Goulart na pasta do trabalho este não tinha grande simpatia dos conservadores.
 Com forte oposição de Carlos Lacerda jornalista que encontrava apoio da imprensa de Roberto Marinho e da TV Tupi, sabendo disso os getulistas queriam dar um jeito ao opositor ferrenho, e tramaram a morte do Jornalista mas mataram de vez de Lacerda o general da Aeronáutica Rubens Vaz, Vargas ficou furioso com isto pois não fora tramado por ele mas sim por seus filiados, nessa onda de terror esse período ficou conhecido como a Republica do Galeão, no dia 22 de agosto Generais organizaram e mandaram um Manifesto a Nação que tinha como intenção um ultimato a Getúlio  essa agonia durou 19 dias, Eduardo Bueno em seu livro Brasil um História: cinco séculos de um pais em construção diz em sua pagina 361.


Na noite do dia 23, Bejo Vargas informou ao irmão que fora convocado para depor na “Republica do Galeão” Vargas comentou: “A UDN esta preparando um banquete. Na hora em que sentarem à mesa, eu puxo a toalha”. Na mesma noite, convocou uma reunião ministerial e declarou: “ Só morto saio do Catete”. Às 4 da manha, dois oficiais foram ao palácio convocar Bejo para depor. Por volta das 4h30, um tiro ecoou no Catete. Em breve ressoaria em toda a nação.

Ressoaria com a morte de Vargas que diria em sua carta que marcaria a história do Brasil.

E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História. (Carta Testamento)

            Portanto podemos definir Vargas como o presidente símbolo do Brasil mudou a constituição deu um golpe, virou presidente e ditador foi responsável pela criação de órgão e a industrialização nacional em massa e em grandes centrou abraçou o povo e virou um mito para a historia por suas façanhas Getúlio Vargas entrou para História do Brasil como o líder de um país chamado Brasil.

Bibliografia




Brasil: uma história  cinco séculos de um pais em construção/ Eduardo Bueno – São Paulo: Leya, 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário