Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

O Mundo a Crise e os BRICs



Por: Bruno Ferreira

            O mundo entrou em crise em 2008 com a crise econômica mundial que afetou os países desenvolvidos diante de um colapso do sistema financeiro tudo teve início com a bolha imobiliária americana e o seu sistema de financiamento de imóveis ouve um estouro da bolha e essa afetou o sistema financeiro este que afeta toda a economia americana e como consequência o restante do mundo chegando aos mercados europeus.
            Diante disso vemos um freio no crescimento dos países em desenvolvimento conhecido pela sigla BRIC que significa Brasil, Rússia, Índia e China enormes países que possuem riquezas como petróleo, minérios e outras riquezas que o mercado globalizado necessita vemos que China e Índia possuem melhor crescimento econômico porém vivem em um estado de extrema desigualdade por mais que a China segunda potência econômica do mundo tenha desenvolvido nas últimas décadas vemos que ainda existe uma população de milhões em extrema miséria e pobreza o mesmo ocorre na Índia.
            A Rússia vive em uma democracia controlada pelas elites que sobreviveram da antiga URSS mas que enfrenta menor desigualdade social que o Brasil este que teve dos quatro maior desenvolvimento social e ouve melhor distribuição da riqueza graças a políticas econômicas vindas do governo federal mas que carece de melhor administração com mais eficiência na gestão diante dos casos de corrupção que afeta toda a sua estrutura política.
            A crise veio afetar esses mercados que vinham de um levante econômico social nos últimos 10 anos porém ouve uma queda diante do estouro da bolha imobiliária mesmo assim essas vieram recuperando seu processo econômico e novamente os países desenvolvidos principalmente os Estados Unidos voltam a crescer criando um processo de esperança e inovação.

            Diante do processo histórico não a crise que dure para sempre e nem crise que não destrua econômicas vemos isso ao longo da história com a crise de 1929 com crises de queda de sistemas econômicos como o sistema escravista e feudal e com a crescente transformação do sistema capitalista que passa de mercantilista, industrial e chega ao financeiro vemos mais uma vez o sistema entrando em uma fase de transformação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário