Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O Autoritarismo no Brasil: Sua História Marcada Pelo Sangue





Por: Bruno Ferreira

Durante toda a história do Brasil o autoritarismo foi usado de diversas formas para manter a ordem social, vejamos as várias repressões fomentadas pelo governo, a história do Brasil é marcada por lutas e conflitos.
Nos primórdios da colônia recém descoberta por Cabral os indígenas que aqui foram cruelmente reprimidos e manipulados para que os Portugueses explora-se o Pau Brasil a primeira forma de economia na terra de vera cruz.
Os indígenas foram brutalmente assassinados pelos portugueses, francês entre outros povos que aqui vieram para explorar a terra. Ao passar dos anos a economia e a mão de obra mudam de mãos passando essa economia para a cana de açúcar e a mão de obra de semi-escrava para escrava, utilizando agora a mão de obra vinda da África, utilizando para isso um forte autoritarismo fomentados pelos senhores de engenhos e seus capitães do mato.
A tortura e o medo eram utilizados para manter o forte autoritarismo e a ordem os negros aqui chegavam e eram tratados como verdadeira mercadorias e eram considerados seres ou animais de segunda classe, utilizando para isso diversos requintes de crueldade.
A história do autoritarismo no Brasil ganha formas em toda a sua história como na chegada da família real ao Rio de Janeiro, sendo essa a chegar e a obrigar os moradores do Rio a saírem de suas casas para que a corte portuguesa seja abrigada..
A crueldade e o autoritarismo do governo continua na conjuração baiana e mineira ambas cruelmente destroçadas como é o caso de Tiradentes que foi fortemente punido pelo governo da época.



Tantas revoltas no Brasil foram reprimidas com força militar como; Sabinada, Balaiada,  Praieira e a Guerra dos Farrapos.
A Guerra mais sanguinária da história do Brasil sem dúvida foi a “Guerra do Paraguai” este pais que teve sua população dizimada e seu povo cruelmente assassinado culturalmente por décadas até mesmo séculos, milhares de mortos.
Após o fim da guerra e o conflito entre Paraguai surge uma república que pairava liberdade, mas que foi sendo feita durante o século XX com sangue, com a chegada da Republica pouco se altera a estrutura social do Brasil, mas os militares entram em conflitos entre eles a famosa, revolta da armada.
Surgem outros conflitos no Brasil como a guerra de canudos onde foram brutalmente assassinados um povo que pouco tinha a oferecer a não ser sua miséria e sua fé, um mar de sangue no nordeste do Brasil.
A revolta da vacina foi outra forma de autoritarismo a ser utilizado em nome do Bem de ser vacinado, explodindo uma revolta popular no Rio de Janeiro contra a vacina da varíola foi um conflito ou um pretexto que povo utilizou para um movimento político-social isso acabou de forma trágica.
As revoltas continuaram a da Chibata, a guerra do Contestado todos os conflitos foram reprimidos pela força autoritária do governo central do Brasil para manter dessa forma a “Ordem e o Progresso” tão sustentando no século XX pelos positivistas do exército brasileiro.
O autoritarismo foi sendo utilizado pelo governo em toda a sua história e com a chegada de regimes autoritários como o período conhecido como “Era Vargas” esse aumenta ainda mais com sua força política fechou partidos e aumento a repressão social em nome da ordem alinhou-se ao império norte americano em nome do progresso econômico e ainda assim foi aclamado como sendo o “Pai dos Pobres”.
A democracia vem e dura pouco e logo chega novamente a força de um regime que duraria mais de duas décadas para chegar ao seu fim o período que se deu em 1964 sendo conhecido como ditadura militar esse governo sendo fomentado pelos americanos como forma de deter a crescente do socialismo da URSS, foi um período  que a repressão e o autoritarismo ganha força moral para combater qualquer pessoa em nome da ordem e do progresso, o Brasil ganhava presidentes generais para governarem a terra tão sofrida.
Chegado ao seu fim em 1985 a luz da democracia chega e os ideais de liberdade vão nascendo com a constituição cidadã de 1988 o Brasil apesar de ser uma democracia recente ainda sofria o autoritarismo do governo e das ruas violentas cheia de crimes a corrupção toma conta do governo e da vida social.
Em meados de 2013 manifestações contra a Copa do Mundo de 2014 a serem realizados e o governo utiliza de um polícia autoritária para combater manifestantes perigosos e manter desta forma a ordem social, ou seja mais uma vez o governo e a sociedade como um todo vê um autoritarismo não apenas governamental mas sim social, vemos o despreparo da polícia diante dos dilemas sociais, nunca a bandeira do Brasil disse tanto sobre sua história com sua famosa frase "Ordem e Progresso" em nome da ordem surge a violência para desta forma manter o progresso.




7 comentários: