Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 4 de junho de 2014

A Solidão O Mal da Sociedade Moderna



Por: Bruno Ferreira

A Solidão que considerada por muitos um dos grandes males da sociedade moderna e pós moderna foi sendo construída por um modo de vida histórico e social.
As causas para essa solidão são as mais diversas possíveis mas que tem seu fundamento no modo de vida que passou de rural para urbano criando cada vez mais pessoas isoladas no mundo moderno.
A sociedade de forma mundial até o começo do século XX vivia em sua maioria no campo, na zona rural a onde os laços familiares e sociais eram maiores a onde as pessoas construíram relações mais duradouras, essas relações eram criadas pela forma de como o homem vivia de forma menos complexa e menos corrida, a ansiedade não existia já que o tempo era regrado de forma que tudo possa ser construída em família, a igreja e a família tinha um fator de união profundas, criando um grande respeito entorno dessas instituições.
Com o avanço do capitalismo moderno das fabricas da procura de mão de obra muitas pessoas deixaram o campo e foram para a cidade para conseguir uma suposta “vida melhor” a onde pode-se ter os bens da modernidade, sem dúvida os bens foram ganhos porem se perdeu a qualidade de vida muitos passaram a morar em pequenos apartamentos criando o chamado “homens pombos” ou seja  essas pessoas moram juntas porem não tem o maior conhecimento uma das outras por fatores como medo, timidez e individualismo criou-se a solidão moderna.
Essas causas externas como a tirada das raízes e o deslocamento para centros grandes a onde poucas pessoas têm contato uma com outra, foi o motivo para os programas televisivos criarem programas com fundo sentimental cada vez mais, com o intuito de preencher o vazio existencial, criou-se o habito famílias inteiras olhando para uma televisão sem nada para dizer no único tempo que as tem disponível.
Com o avanço de uma sociedade rotulante a onde a maioria vive em função de um rótulo de uma qualidade ou não, criou-se mais um motivo para a solidão, foi criando dentro deste habito urbano um processo preconceituoso o chamado “Bullyng”
Buscando a saída para seus problemas de ordem emocional com o avanço da modernidade e o isolamento e stress das grandes cidades criou-se a figura do psicólogo e da psicanálise como forma de criar uma válvula de escape dos problemas de ordem emocional, criando um partilha, esse tema solidão foi sendo pesquisado por psiquiatras e psicólogos um deles foi Viktor E. Frankl que revela que o papel preponderante do amor como meta de realização e o caminho para um sentido da vida moderna, ou seja a relação dos elementos a ser sublinhado na pessoa como a capacidade de amar e de amar como forma de abandonar a solidão.
A intimidade e a confiança e o caminho para um processo de abandono da solidão, criou-se o habito da aparência na sociedade moderna e vemos diariamente duas pessoas casadas que não tem entre-se o habito da intimidade e confiança criando “viúvos vivos”
As amizades buscadas na sociedade moderna e justamente aquelas que são capazes de silenciar os segredos que lhes são conferidos, e que não vivem fazendo alarde ou propagando seus segredos.
Criou-se sem dúvida um conceito novo para a solidão programada nas sociedades modernas o “estar só” como forma de amenizar  o processo e deixar claro para quem o vé, estou só por opção.

Por fim a solidão o mau da sociedade pós-moderna tende a ser cada vez maior criando ou pessoas individualista ao extremo, ou pequenos grupos que serão inimigos da própria sociedade que ficaram isolados como forma de defesa do mundo que pouco se confia diante do crescente capitalismo e do individualismo que foi produzido por esse sistema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário