Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Capitalismo "sistema nosso de cada dia"



Por: Bruno Ferreira

                O sistema econômico e social que estamos envolvidos passa por uma série de transformações históricas a séculos. Com a evolução do capitalismo que passou de mercantilista para industrial e por fim no último século financeiro vemos nascer um sistema que vai além do campo econômico.
                O sistema capitalista tem como base a prosperidade de todos em busca da riqueza e por fim do progresso tecnológico e cientifico, portanto a princípio não observamos as mazelas que esse sistema fez ao decorrer da história.
                No primeiro momento o sistema rompeu com a velha tradição imposta na sociedade europeia onde a sociedade estava dividida em classes sociais, vivendo em uma sociedade estamental, além de romper com a tradição em nome do lucro vemos o surgimento de uma nova classe a “burguesia” está que seria a classe social que faria todas as revoluções e revoltas do século posteriores em nome do lucro.
                Ao fim esta classe burguesa se associa-se ao rei em nome do progresso do país e da nação vem o surgimento de um novo sistema socioeconômico,  mercantilismo,  observamos o fortalecimento do estado e do Rei, o surgimento de uma sociedade onde o Rei era absoluto e o surgimento de um nobreza forte o suficiente para impedir dessa burguesia de participar do processo político, ao final desse processo vemos as revolta provocadas pela Revolução Francesa e as revoluções posteriores eclodiram pela Europa.
                No segundo momento com a definição de regras políticas e da livre iniciativa privada por parte dessa nova elite que nascia, a burguesia dominaria além dos “burgos”,  todo o mundo a venda dos produtos, na Inglaterra o sistema político reformou-se me nome do progresso de alguns, observamos que os meios de produção ficariam restritos a poucos e partir desses poucos surgiria as fabricas, seria o fim da sociedade artesanal. Todas as mudanças econômicas e sociais afetaram a vida política da Europa o papel do Rei viraria secundário na Inglaterra, observamos que entre os pobres que ficariam mais pobres surge uma nova classe o “proletariado” essa classe trabalhadora seria a válvula propulsora do progresso explorada por séculos.
                No último auge momento do sistema capitalista temos o surgimento do mundo financeiro e o fim das velhas monarquias o surgimento do estado moderno, onde a “Republica” ganharia força no mundo todo, a burguesia em nome da ganancia e do lucro desenvolveu uma sociedade baseada no seu “status quo”, buscando essa ser o reflexo que todos devem seguir, o sistema criado por último é baseado na especulação financeira, esse sistema encontrou nos Estados Unidos motivos de sobra pra promover o progresso desse povo, com um sociedade educada por ser essa de tradição protestante, o sistema capitalista encaixou certinho no modo de vida das 13 colônias britânicas desenvolvendo o capitalismo no seu auge, até encontrar sua queda na crise da bolsa ne Nova York em 1929.

                Em toda a história moderna e contemporânea vemos o sistema capitalista moldar toda uma sociedade de acordo com os interesses de uma classe social, destruíram todo o sistema político, econômico e pregaram o surgimento de uma nova cultural  “o capitalismo de mercado” e o sucesso das vendas.

2 comentários:

  1. Oi Bruno, bom dia.
    Depois da Revolução Industrial o mundo não é o mesmo, a primeira guerra mundial aconteceu por motivos tórpidos, ambição, poderio enfim nada diferente do que possa acontecer no mundo contemporâneo. será que estou errada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mundo atual está proximo de uma nova grande guerra por varias caracteristicas, uma é o baixo crescimento economico, outro seria a grupo fundamentalistas no Oriente Médio, e outro é o fator Russia que pensa ainda estar na Guerra Fria e sofre com sua economia, onde os Estados Unidos tenta controlar a influência Russa na Europa Oriental, ou seja o capitalismo encontra serios problemas para o sucesso.

      Excluir