Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

terça-feira, 3 de março de 2015

Vaticano: Papa Francisco o Papa das Mudanças



Por: Bruno Ferreira

                A igreja católica nos últimos 50 anos enfrenta uma crescente perda de fieis pelo mundo, com a chegada do pontificado de João Paulo II vemos uma nova postura de relação do poder religioso e político e uma nova postura diante das relações com os fieis, mantendo ainda sua forte tradição a igreja católica perdurou com uma postura conciliadora e ao mesmo tempo mantendo seu conservadorismo com a morte de João Paulo II e com a chegada do pontificado de Bento XVI o papa alemão mantem essa tradição e ao mesmo estilo do papa polonês.
            Observamos em seu pontificado que perdura até 2013 que Bento enfrentou várias crises políticas e administrativas dentro do Vaticano, passando pelos escândalos de pedofilia até os casos de corrupção dentro da Igreja, diante da sua falta de força política e com sua saúde frágil, Bento XVI renuncia ao trono de São Pedro, criando novas expectativas de mudanças para a Igreja Católica.
            Com um conclave breve o papa escolhido vem do terceiro mundo da periferia do sistema capitalista global, o nome dele é Jorge Mario Bergoglio, esse cardeal vem da Argentina e possui forte carisma e compreensão intelectual com os novos desafios que apresenta o mundo pós moderno.
            Sua primeira viagem internacional foi para a jornada da juventude no Brasil onde reuniu fieis e jovens do mundo inteiro, porém o que cativou o público católico foi sua postura simples de renunciar a casa Papal, ou mesmo de ir pagar o hotel onde havia ficado em Roma, e outras simples atitudes onde que   demonstra sua postura simples e humilde ao grande público, fazendo honrar o nome escolhido para ser papa, o nome foi Francisco que remente a figura de São Francisco de Assis, santo da igreja católica.
            Por fim o papa chamado de o papa do fim do mundo, possuía forte diálogos com todos e busca em diversos grupos trazer os fieis de volta a igreja até mesmo grupos de homossexuais que são rejeitados pela igreja encontra na forma conciliadora e modernizadora do Papa Francisco uma oportunidade de mudança, porém o próprio papa enfrenta grupos conservadores fortes na própria igreja sendo esta uma tarefa difícil para sua santidade.

            

Um comentário:

  1. Mesmo não sendo católica, admiro muito esse papa. Ele é carismático. É especial!!

    ResponderExcluir