Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Cientistas desvendam mistério de construções no Egito antigo


Egípcios antigos tinham de transportar estátuas gigantes e pedras que pesavam toneladas por quilômetros no deserto – sem nenhuma tecnologia. Durante séculos, o transporte desses objetos foi um mistério, mas agora cientistas conseguiram desvendar a maneira que os antigos faziam isso: simplesmente, jogando água na areia. As informações são do IFL Science. Segundo uma nova pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Amsterdã, liderada por Daniel Bonn, ao umedecer a areia, a tração diminui pela metade (o que permitira que os egípcios usassem 50% menos homens para o transporte). Em um teste realizado em laboratório, os cientistas observaram que a areia seca cria barreiras em frente aos objetos transportados, no entanto, a umidade em excesso também dificulta o movimento.
“A saturação de água é acompanhada por uma diminuição na rigidez. Com muita água, as pontes capilares permitidas com a umidade (que agem como uma espécie de cola) começam a se fundir e desaparecer - e o atrito de deslizamento aumenta novamente. É um equilíbrio delicado. Se você usar areia seca, não vai funcionar tão bem, mas se a areia está muito molhada, não vai funcionar também”, explicou Bonn. "Há uma rigidez ideal, portanto”.
Ainda segundo o cientistas, a quantidade ideal de água fica entre 2 e 5 por cento do volume de areia. Para o espanto dos cientistas, a resposta estava na “cara” de todos desde sempre, apenas não foi entendida. Isso porque as ilustrações, como a encontrada na tumba de Djehutihotep, é possível encontrar um homem jogando líquido em frente a estátua, o que era interpretado pelos egiptólogos como “parte de um ritual de purificação”, mas nunca como parte de “explicações científicas”.

sábado, 11 de abril de 2015

300 de Esparta



Por: Bruno Ferreira

            O filme 300 de esparta se baseia-se na verdade história épica da batalha de Termópilas onde ouve o conflito entre Persas e Gregos a partir das conquistas dos Persas, esses só obtiveram sucesso através da aliança entre Medos e Persas que fizeram surgir um grande império pelo comando de Ciro.
            A guerra Grego Persa marcou uma expansão que teve o principal inimigo Persas os gregos esses conseguiram deter depois de várias batalhas o expansionismo dos Persas que iam por toda mesopotâmia, Ásia menor, Egito e chegava ao mar mediterrâneo e também conseguiram conquistar algumas colônias dos povos da Grécia.
            Os Persas conquistavam os povos afim da manutenção de um gigantesco império a cobrança de imposta e a construção de estradas também fazia parte de suas estratégias esse avanço barrou na batalha de Maratona onde os Gregos de Atenas conseguiram sair vitoriosos.
            Os Persas ficaram fracos e organizaram anos mais tarde a segunda guerra medicas ou guerra contra os Gregos Xerxes herdeiro do trono de Dario atacou novamente o império, o exército Persa era uma grande legião estrangeira composto de vários soltados vindos de várias civilizações como, assírios, Babilônios, Egípcios e até de colonos gregos da Ásia menor.
            Um dos pontos fracos do grandioso exército de Xerxes poderia a falta de motivação dos seus comandados a lutarem as batalhas esse era um ponto pelo qual alguns historiadores acreditam que os Persas não saíram vitoriosos das guerras Medicas.
            A famosa batalha de Esparta ocorreu em termopilas no desfiladeiro e fora composta de 300 espartanos que foram tentar deter o imenso exército do imperador Persa, vendo tal superioridade o imperador Xerxes mandou um mensageiro para tentar a desistência de Leônidas da batalha a frase de Xerxes seria "Rende-te e entrega tuas armas!" e a resposta de Leônidas foi “Venha Buscá-las”
            Apesar do número grandioso de Persas os Espartanos conseguiram uma grande resistência, um dos fatores é a motivação dos Gregos em defender sua terra e suas casas e seu modo de vida, pelo lado Persa os soldados eram chicoteados e forçados a lutarem.
            A derrocada dos espartanos aconteceu através de um traidor  Efialtes que entregou ao imperador Persa uma rota para superar o desfiladeiro, e foi feito isso, o general Leônidas ordenou que apenas 300 homens sob seu comando ficasse, por esse motivo ficaram conhecidos como os 300 de esparta, apesar de haver um exército maior.
            Ainda contou com a ajuda de homens de outras cidades para guerrear contra os Persas, ao total tinham mais de 1000 homens, por sua resistência e bravura os gregos tiveram tempo de organizar a fuga dos velhos e crianças e organizarem para uma resistência maior, os Atenienses conseguiram abandonar a cidade antes mesmo que os Persas chegam-se, tudo isso graças a bravura a resistência dos guerreiros espartanos.
            O historiador grego Heródoto conhecido como o “Pai da história” foi o que documentou os fatos ocorridos, com toda essa bravura de resistência a história foi muito bem contada pelo cinema Hollywoodiano.