Redes Sociais

Anuncio

Celular

Operação Salva Semestre

Celular

Quanta Gente.

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Dicas Para Estudar



1) Fazer intervalos Nada de passar horas e horas seguidas estudando, períodos longos de estudo contínuos não funcionam. Divida o seu estudo em períodos curtos e faça pausas entre eles. Isso tem a ver, sobretudo com as horas de sono e descanso. Durante o sono seu cérebro consolida as memórias obtidas do dia anterior ao nível das sinapses, isto é, as 
conexões entre neurônios que são responsáveis por reter e armazenar as informações.

2) Dormir bem Estudos de neurociência têm revelado a importância do sono para o aprendizado. Diferente do que muitos pensam, o aprendizado não ocorre somente quando se está acordado. Durante o sono as sinapses continuam trabalhando repassando toda informação adquirida durante as horas de sono consolidando esta informação e ficando ainda mais fortes. Por isso, nada de passar a madrugada inteira estudando para uma prova no dia seguinte, isso não funciona, durma bem antes das provas, e você se lembrará muito melhor de tudo que estudou. 

3) Variar os ambientes de estudo Estude a mesma matéria em locais diferentes, como, por exemplo, no quarto, na biblioteca, na sala, no café da livraria, no parque. Isso fortalece as memórias, o cérebro relaciona as informações que você está estudando com as informações que estão à sua volta: sons, imagens, sensações e até cheiros ajudam a criar memórias mais fortes e ajudam a mantê-las.

 4) Fazer esquemas Você passa horas lendo e sublinhando todo o texto? Pintar a página inteira com caneta marca-texto não é a maneira mais eficiente de compreender os conceitos mais importantes da matéria. Faça esquemas com as palavras-chave do texto. Vale usar setas, balões, o que for. Isso ajuda o seu cérebro estabelecer relações a compreender e definir as informações mais importantes que você deve reter sobre aquele tema.

 5) Explicar em voz alta Não fique na leitura silenciosa. Fale, explique a matéria em voz alta para outra pessoa ou para si mesmo. Quando falamos em voz alta, ensinando aquilo que acabamos de estudar, obrigamos o cérebro a fazer todo exercício mental, que exige pensamento organizado, lógico e coerente – isso fortalece nossas memórias. Divida seu tempo de estudo em 30% de leitura e 70% em voz alta. 

6) Praticar com exercícios Assim como você não deve ficar só na leitura passiva, também não deve ficar só na teoria, exercite seu conhecimento: Faça exercícios Responda perguntas Refaça questões de exames anteriores Reveja suas provas, principalmente para corrigir o que errou. Exercícios são importantes, porque o coloca em um ambiente similar ao da prova, porque ele mostra suas falhas e o que você tem que rever e aprofunda. Chegamos ao fim! Estas dicas vão tornar seu estudo mais eficiente, tenha certeza. Lembre-se também que, na hora de estudar, fuja de tudo que distraia sua atenção: desligue telefone, som, celular e saia das redes sociais. Boas provas e bons exames!

Obrigado por compartilhar. Lembre-se de citar a fonte: http://www.ensinarhistoriajoelza.com.br/dicas-para-estudar/ - Blog: Ensinar História -
Joelza Ester Domingues

Nenhum comentário:

Postar um comentário